MC Billy Saga e sua eclética mistura de ritmos e elementos com base no hip-hop

MC Billy Saga e sua eclética mistura de ritmos e elementos com base no hip-hop

13 Jul 2015


Cair e levantar. A essência do hip-hop é pegar as dificuldades da vida e transformá-las em arte, paixão e uma oportunidade para progredir. O MC Billy Saga de São Paulo está há praticamente duas décadas colocando esse espírito em seus versos, colocando em seus versos uma mensagem importantíssima sobre inclusão e justiça social.

A mensagem é séria, mas a canção não é nem um pouco melancólica. No seu álbum de estréia Me Jogue aos Lobos e Eu Volto Comandando a Matilha, o MC escreve verdadeiros hinos devotados à inclusão social e à força de vontade para superar as dificuldades.

O álbum é recheado de beats sujos e orgânicos que vão de encontro a guitarras e ao groove de órgãos, que remetem à ritmos de reggae e samba. Billy mostra sua habilidade e auto-confiança ao unir diversos elementos, passando por temas que vão desde política, tecnologia e responsabilidade da sociedade para com os portadores de deficiência.

Após completar seu primeiro álbum, Billy Saga agora mira o futuro. Ele veio para o Converse Rubber Tracks Brasil para gravar os instrumentos e vocais de uma faixa nova. Mesmo com suas décadas de experiência no hip-hop, essa sessão lhe trouxe novos insights.
“Todo o processo foi um grande workshop, eu aprendi muito. Muito inspirador.”

Ouça o som feroz e reflexivo de “As mesmas coisas”:

Converse Rubber Tracks Brasil é um estúdio de gravação de alto nível que oferece sessão de gravação gratuita para músicos brasileiros. Clique aqui e inscreva-se.

Galeria: